foto da criação de catálogo

Criação de catálogos: entenda o processo do início ao fim

Você já se perguntou como funciona a criação de catálogos?

Uma das ferramentas mais importantes de vendas para empresas que possuem muitos produtos são os catálogos.

Eles servem para que os clientes possam uma referência de tudo que é ofertado, já que fica quase inviável conversar com um representante de vendas para entender todos os itens da empresa.

Quando feito de forma correta, o catálogo pode não apenas aumentar as chances de venda, como também ser uma ferramenta importante na fidelização do cliente. 

Por isso, se você está se perguntando como é o processo de criação de catálogos, e como sua empresa pode contar com um, continue lendo.

Preparamos um guia completo para que você entenda definitivamente como funciona:

Como funciona a criação de catálogos?

1. Briefing

Junto ao designer ou empresa responsável pela criação de catálogos, será necessário entender quais são os objetivos desse material. 

Esse será também o momento de juntar todas as informações necessárias, como o conteúdo que deverá ser abordado, quais produtos serão inseridos, entre outras informações relevantes ao processo de desenvolvimento do catálogo.

2. Planejamento e pesquisa

Já com todas as informações em mãos, será necessário pesquisar o mercado para entender os fatores externos que podem impactar na criação de catálogos. 

Isso inclui um estudo do público-alvo, consumidor e até mesmo da concorrência. Isso faz com que o catálogo se consolide com perfeição. 

3. Processo criativo: redação

Chegou o momento de colocar a mão na massa. A primeira etapa é a redação, onde serão escritos todos os conteúdos que entrarão no catálogo, desde os textos institucionais, quanto as descrições e informações exatas dos produtos. 

É importante ter ao mesmo tempo detalhes simples, com informações concisas, e comerciais, para atrair os leitores à compra.

Outra maneira de vender mais e gerar confiança com os clientes é incluir artigos relevantes ao seu produto no catálogo. Esse conteúdo editorial, além de reforçar os seus itens, também pode significar um motivo a mais para adquirir o material gráfico.

4. Processo criativo: fotografias

Um dos elementos mais marcantes na criação de catálogos é a fotografia. É essencial que as fotos estejam em alta qualidade, para mostrar que os seus produtos também são de qualidade. 

Assim que todos os itens forem selecionados, eles deverão ser fotografados em um local apropriado, de preferência estúdio, com câmeras e equipamento especializado.

O fotógrafo deverá explorar todas as possibilidades, variações de cores do mesmo produto, texturas da embalagem, ângulos e tudo mais que puder ser valorizado para o cliente

5. Processo criativo: design e diagramação

Em um catálogo, nada importa tanto quanto os produtos. Por isso, todo o layout deve ser bem simples e minimalista, a fim de valorizar a venda dos itens. 

O designer cuidará dos elementos mais importantes para que a criação de catálogos fique atrativa aos olhos do cliente. Tipografia, cores, diagramação, tratamento de imagens são alguns deles.

A melhor opção é a criação de um rascunho, de início, sem necessariamente inserir todas as imagens. Podem ser usados espaços e formas apenas para delimitar o espaço em que cada item será inserido.

Isso ajuda a delimitar as categorias de produtos, além de otimizar o tempo de refações caso seja necessário mudar algo.

6. Validação/homologação

Nessa etapa, a empresa especializada entregará o material criado para o cliente, e ele irá levantar todos os pontos que deverão ser ajustado, tanto em termos de layout ou conteúdo. 

Assim que estiver completamente satisfeito, o cliente irá aprovar e validar as alterações. Esse material passa então para a etapa final, de impressão.

7. Produção gráfica

Chegamos então à reta final. Essa é a etapa onde será analisado o tipo de papel, acabamentos, quantidade de páginas e qualidade da impressão

Primeiramente, será realizada uma impressão de prova para avaliação. Assim que tudo estiver em ordem, com a aprovação final do cliente, será iniciada a tiragem dos catálogos de acordo com o projeto.

Quanto tempo leva para a criação de catálogos?

Isso vai depender do seu projeto e da sua necessidade. Se o seu catálogo for mais complexo, com muitas páginas, talvez o prazo possa ser um pouco maior do que os simples.

Além disso, também existem outros fatores que podem afetar o tempo de criação de catálogos.

Se você já possui uma necessidade mais urgente, precisando de um catálogo rapidamente, isso também poderá ser alterado, dependendo da empresa que você trabalhar.

Se optar por não contratar profissionais especializados, precisará de mais paciência, logo que alguns deles levam mais tempo para finalizar o processo.

Minha empresa precisa contratar a criação de catálogos?

Bom, você pode ver que todo o processo não é simples. É necessário envolver diversos profissionais, como redatores, designers, fotógrafos…

Se em sua empresa você já dispor desses colaboradores, então pode ser fácil criar o seu catálogo de forma interna.

Mas se você não tiver, opte por uma empresa especializada em criação de catálogos. Assim, você não corre o risco de investir tempo e dinheiro em um material que não represente a qualidade que você gostaria. 

Está precisando de um catálogo para sua empresa? Conte com a Publiks! Cuidamos de todas as etapas para você: desde a criação até a impressão gráfica.

Leia também